Hotéis
Conveniada
Credenciada
Preferencial
Plus
Internacional
Filtros
{{city.page.totalItems}} hotéis encontrados
Filtros

Características do Hotel Características do Hotel

Tema / Tipo Tema / Tipo


Rede Parceira de Hotéis Rede Parceira de Hotéis


Experiências Experiências

Desculpe-nos!

Sua busca não retornou nenhum resultado!
Por favor, redefina os critérios da sua busca utilizando os filtros acima!

{{title}}
{{description}}
O que fazer?

Por que visitar Belém?

Belém, a capital do estado do Pará, um dos 10 estados que compõem a Amazônia Legal, é uma das maiores cidades da Região Norte, com mais de 1,5 milhão de habitantes, conhecida como “a porta para a entrada da floresta amazônica”, porque encontra-se geograficamente situada na foz do rio Amazonas. É considerada um dos destinos mais interessantes e exóticos do Brasil e de melhor infraestrutura da Amazônia. Verdadeiro caldeirão cultural, reúne influências indígenas, como dos tupinambás, e de imigrantes estrangeiros, especialmente portugueses e de invasores franceses e holandeses no século 17. Aliás, Belém nasceu em 1616 a pedido da coroa portuguesa com a construção do Forte do Presépio, na margem do rio Guamá, com o propósito de proteger a Amazônia do ataque de invasores franceses e prosperou no período áureo da borracha, chamado de Belle Époque. Estas histórias estão contadas pelas ruas da cidade que é banhada, ao sul, pelo rio Guamá e a oeste pela Baía do Guajará, a oeste.

A diversidade de Belém pode ser conferida de várias formas, nas manifestações religiosas como o Círio de Nazaré; em danças como o carimbó; em lendas como a do boto, na gastronomia regional de castanhas, peixes enormes como o filhote, no poder das mil ervas para todas as curas; no sabor de frutos como o açaí, na bela arquitetura de teatros e casarios da época áurea da borracha, pelas artes esculpidas pelos índios nas igrejas barrocas transformadas em museus e até pela energia das pedras e cristais extraídos das rochas.

 

Quando ir?

Belém pode ser visitada o ano todo, pois o calor não acaba, mas a chuva é praticamente diária, cai geralmente à tarde. A época perfeita para passeios é entre Junho e Novembro, o chamado “verão” amazônico. O período de chuva vai de Dezembro a Abril.

Eventos e Festas Regionais:

  • No mês de Outubro é realizado o Círio de Nazaré, maior evento da capital.
  • Em Maio acontece o Festival Ver-o-Peso da Cozinha Paraense, que reúne chefs de várias partes do Brasil que utilizam ingredientes regionais na criação de pratos gourmet

Gastronomia

A exótica culinária paraense, fortemente influenciada pela cultura indígena, com algumas pitadas europeias, africanas e asiáticas, é considerada por muitos especialistas e historiadores como a mais original e genuína da cozinha brasileira, por contar quase que exclusivamente com ingredientes nativos, exaltados mundo afora por renomados chefs internacionais.

Manjar das Garças, o restaurante localizado no Parque Ecológico Mangal das Garças, é referência da cozinha típica paraense, que utiliza ingredientes regionais no preparo de pratos requintados. No almoço o serviço é oferecido no buffet e o jantar é à la carte. Recomendado: filhote assado com crosta de amêndoas, guarnecido de risoto de jambu e torta de doce de leite com cupuaçu ou de pudim de queijo de cuia de sobremesa.

Sorveteria Cairu, na Estação das Docas, é o local perfeito para experimentar as frutas amazônicas naturalmente apresentadas em massa ou em palito. São mais de 50 opções, como taperebá, castanha, cupuaçú e misturas como açaí e tapioca.

A Cervejaria Amazon Beer, na Estação das Docas, é o local para saborear cervejas à base de ingredientes amazônicos, como açaí, bacuri, taperebá e priprioca com aromas e sabor de café, toffee, chocolate, malte torrado etc. Para acompanhar, pratos regionais.  

O restaurante Remanso do Bosque é referência na preparação de pratos com peixes amazônicos, como tucunaré, pirarucu e o famoso filhote assado na brasa. As iguarias podem ser saboreadas num menu degustação que compreende, dentre outras especialidades, o peixe mapará assado na folha de bananeira, servido com tucupi e farinha-d'água.

Curiosidades

Belém se estende além do continente. Possui 39 ilhas que, somadas, representam 65% da cidade.

O Círio de Nazaré é a maior procissão católica do mundo ao reunir mais de 1 milhão de pessoas nas ruas da cidade.

O Círio de Nazaré é uma espécie de Natal paraense, quando as famílias costumam montar altares em suas residências e promover almoços com os parentes. Na ocasião são servidas comidas típicas da Região Norte como a maniçoba e o pato no tucupi.

Em Belém, as chuvas quase sempre caem no meio da tarde e os belenenses costumam marcar seus compromissos para “antes” ou “depois” da chuva.

Cerca de ⅓ da população de Belém morreu na chamada “Cabanagem”, movimento que durou cinco anos e lutava para manter o país ligado a Portugal, não reconhecendo a Independência do Brasil, o que só aconteceu um ano após a sua proclamação.

Atrações em Belém:

Belém
{{attraction.name}}

Confira mais contéudo sobre Belém em nosso blog

Que tal descobrir novas experiências?

Dicas

{{tip.userName}}

{{tip.createdOn | date: 'dd/MM/yyyy'}}

{{image.name}}

{{tip.comment}}

Belém
{{attraction.name}}

Que tal descobrir novas experiências?

Faça parte do clube